terça-feira, 10 de abril de 2012

Olho além dos teus olhos




Iris brilhantes
que provocam
a minha quietude
e despertam 
saber o que está
para além de teus olhos!

Sorris misteriosa,
contendo os teus segredos
e eu paciente
deixo o tempo passar
e no momento certo
esses olhos serão falantes,
desvendarão o que vai em tua alma!

Tudo o que desejava de ti
existe para além dos teus olhos
e deslumbrado sem perder tempo
nem acabo este poema ...
... tornei-me impaciente ...
... ... ... ... ...

José Manuel Brazão

Sem comentários:

Enviar um comentário