domingo, 23 de janeiro de 2011

Tu sabes como amar!


Você é
minha cama sem espinhos
cobertor em dias frios
livro que se quer reler..
imagens pra se rever...
chuva em dia de calor..
brisa fresca dançando
cheiro de mato
gosto de abraço.
È assim esse amor que carrego
em meu peito.
Água fresca,
me renovo
casa em que me escondo.
Ninho onde pouso
e aguardo...

Sandra Freitas



[....]
Ontem
quando te vi,
percebi
seres a mulher
com que sonho!

Hoje
nada te peço,
mas és carinhosa
quando preciso,
confortas-me
quando sentes
as minhas palavras,
mais frágeis.
Lembras-te de mim
e dizes-me:
era bom estares aqui
no ninho onde pouso
e aguardo...!

Amanhã
mais unidos seremos,
firmes, caminharemos,
porque tu sabes como amar!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=OfIJ8K1k1HE

Sem comentários:

Enviar um comentário