sábado, 8 de janeiro de 2011

Quase partias...


Vi
quase partires!

Falei
com a esperança,
chorei
e supliquei
por ti
pelas “rosinhas”
em crescimento.

Que seriam
sem ti?

A esperança
sorriu-me…

Nesta aflição
palpita o meu coração;
não quero que partas!

Não quero;
que levem a mim,
tão pronto, eu estou…!

José Manuel Brazão

Momentos da Vida em que nos damos a ELE por quem amamos!



http://www.youtube.com/watch?v=G4VhacroaNI

Sem comentários:

Enviar um comentário