domingo, 16 de janeiro de 2011

Palavras e a vaidade...


Palavras

só palavras!

Tantas gastas

e pouco usadas.

Quando procuro

quem as disse

ou escreveu,

fico desiludido!

O poder da palavra

é infinito!

As palavras

estimulam

ou desmotivam.

As palavras

criam paz

ou convulsões.

As palavras

causam desavenças,

em vez de uniões …

Para mim

as palavras

são um dom da natureza

para se conviver bem

com elas

e um elo de aproximidade

e de fraternidade …

mas há quem teime

em “passeá-las”

com a sua vaidade...

... coitada da Poesia!

José Manuel Brazão

Sem comentários:

Enviar um comentário