domingo, 30 de janeiro de 2011

Como a nossa vida é bela


Como a Vida é bela,
quando nos juntamos:
o Sol brilha
e ficas uma princesa,
uma princesa do sol!

Os teus olhos brilham,
os lábios sorriem,
teus braços se alongam!

Vivemos paz de verdade,
agradecemos a Ele,
fortalecer esta Amizade,
com raízes de amor
que não nos abandona,
deixando a esperança
que o destino passa por nós!

José Manuel Brazão


domingo, 23 de janeiro de 2011

Tu sabes como amar!


Você é
minha cama sem espinhos
cobertor em dias frios
livro que se quer reler..
imagens pra se rever...
chuva em dia de calor..
brisa fresca dançando
cheiro de mato
gosto de abraço.
È assim esse amor que carrego
em meu peito.
Água fresca,
me renovo
casa em que me escondo.
Ninho onde pouso
e aguardo...

Sandra Freitas



[....]
Ontem
quando te vi,
percebi
seres a mulher
com que sonho!

Hoje
nada te peço,
mas és carinhosa
quando preciso,
confortas-me
quando sentes
as minhas palavras,
mais frágeis.
Lembras-te de mim
e dizes-me:
era bom estares aqui
no ninho onde pouso
e aguardo...!

Amanhã
mais unidos seremos,
firmes, caminharemos,
porque tu sabes como amar!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=OfIJ8K1k1HE

Palavras que escrevemos!


Quantas palavras foram ditas
Muitas frases de amor foram escritas

Inúmeros anseios em uma simples folha de papel
Belas palavras,que me levaram por muitas vezes a visitar o céu

Um poeta e uma poetiza
Deixando registrado no tempo,todo amor
Toda saudade,toda dor.

Poemas...
Poesias...
Pensamentos...
Sentimentos...

Lindas palavras...
Jogadas...

Atiradas ao vento....

Nanda Costa


[....]

Foram tantos
e tantos poemas,
poemas de amor
que te fiz!

Tu e eu
nascemos para a Poesia,
para encantar os outros,
alimentando as suas almas!

Quantas vezes
sofríamos nas nossas Vidas
e a inspiração,
superava tudo isso!

Os poemas que te fiz,
sentidos pela voz do coração,
derramaram amor,
muito amor,
que te comoveram
e davam forças
para sair de ti
Um outro poema,
suave,
expressivo,
emocionante,
iluminando
quem o lesse!

Dos poemas que te fiz,
ficam os sentimentos,
nas palavras
que o Poeta não renega
e guarda em seu coração!

José Manuel Brazão

sábado, 22 de janeiro de 2011

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Amor dos amores


Amores
que entraram
e ficaram em mim
como se fossem eternos!

Vivi cada um
me dando de corpo e alma
esquecendo a vida,
a minha vida,
sonhando
e vivendo esses amores,
como se fossem os únicos,
os mais belos
com entrega,romantismo,
beleza e emoção...

Todos guardados
em mim
neste coração infinito
que não abandona
quem amou
e ama
e levará consigo
após o sorriso final,
O amor
Desses amores!

José Manuel Brazão

Dedicado às Mulheres que amei na minha Vida!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O amor...



Como são delicadas as declarações de amor!
Belas como o desabrochar de uma rara flor
Quando expressas com carinho e paixão
Tornam-se puras, lindas, cheias de emoção.

Como é bom um sincero olhar apaixonado
Fixo, seguro, sem rodeios, compenetrado
Buscando do momento a mais pura perfeição
Olhando nos olhos e tocando o coração.

Como são belas as descobertas no amar
Coincidências que surgem pra aproximar
Afinidades, igualdades, o beijo e o sabor
O abraço, cheiro da pele, aquece o calor.

Como são únicas as provas de amor
Coragem, ansiedade, entrega e temor
Incerteza de um amor correspondido
Certas loucuras pra um amor desmedido.

Patrícia Ximenes



[...]


O amor
é um sentimento
para viver
e fortalecer!

O amor
é vida!
Não é teatro,
para haver ensaios!

O amor
não é um lamento,
mas uma convicção
em que fala o coração!

Sem amor
a vida não faz sentido!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=TevZJlnvs8I

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Por ti daria a Vida!




No amor tudo pode acontecer!

Paixões incontroladas,
loucos amores,
arrebatadores,
de desejos permanentes,
de prazeres sem fim!

Amores
que se perpetuam
em que ele lhe diz:
por ti daria a vida!

Ela sorri!
Ele olha e pergunta:
porque estás assim?

Volta a sorrir
e diz:
amor,
tu és a minha vida!

José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?v=Gx7DEh5ZXv8&feature=related

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Esta saudade...

Esta saudade
de ti, longe
me enlouquece,
mas o amor fortalece!

Esta saudade
de ti, me aproxima,
quando te ouço:
te amo…
Me serena,
mas fica saudade!

Esta saudade
não vai embora,
nem a paixão,
nem este amor
ardente,
de chama viva,
que nos ilumina
neste amor
nosso,
muito nosso
mesmo
com esta saudade…!!

José Manuel Brazão





http://www.youtube.com/watch?v=ijKuoVoEB84

Semear amor



Nas minhas palavras

existem sementes da Vida,

que vou deixando

por aqui, por ali,

sempre na esperança

que elas se multipliquem

para cada um colher o fruto,

que antes eu recebi

e que ao longo da Vida

fui partilhando

como uma benção,

que só o meu coração

sabe explicar!

Um fruto amadurecido

que nem todos provaram,

mas outros sim;

não conhecem outro igual:

o amor incondicional!

José Manuel Brazão

domingo, 16 de janeiro de 2011

Mãe que és!


Mãe com três letras apenas
e a dimensão
de amor,
carinho e dedicação
que tens nesta Vida!


como Mãe e Pai
constrois o rumo
dessa criança
(o Rafa)
que além do nome
lhe chamo futuro!

Sofro contigo
as horas de angústia
e ansiedade
na tua busca
do seu rumo
da sua felicidade
até à vitória final!

José Manuel Brazão

Para ti Lu; a Mãe exemplar Luciana Silveira.


Zé, muito emocionada com tuas palavras...o Rafa é um tesouro em minha vida e tento sempre suprir o que falta pra ele...a batalha é difícil mas a satisfação plena.
Bjs com carinho, meu e do Rafa.





Rafael (o rafa)também sempre no meu coração!

Beijo do ZÉ




http://www.youtube.com/watch?v=iS7maQ6gNsI&feature=player_embedded#!


Palavras e a vaidade...


Palavras

só palavras!

Tantas gastas

e pouco usadas.

Quando procuro

quem as disse

ou escreveu,

fico desiludido!

O poder da palavra

é infinito!

As palavras

estimulam

ou desmotivam.

As palavras

criam paz

ou convulsões.

As palavras

causam desavenças,

em vez de uniões …

Para mim

as palavras

são um dom da natureza

para se conviver bem

com elas

e um elo de aproximidade

e de fraternidade …

mas há quem teime

em “passeá-las”

com a sua vaidade...

... coitada da Poesia!

José Manuel Brazão

sábado, 15 de janeiro de 2011

Por amor...

Por amor,
por tanto amor,
perco-me na Vida,
não sei quem sou,
não sei já
o que faço!
Por amor
dou-me todo:
sofro,
choro,
peço perdão,
Perdoo
e esqueço o mal!
Por amor
vivo e respiro
quem amo,
como nunca amei!
Destino?
Sim, destino intenso,
com pedras no caminho,
mas o amor
é assim:
não aparece
como um presente!
Conquista-se…!
José Manuel Brazão
[...]
O amor faz perder-se
Para então encontrar-se
Amor é dádiva sagrada
Sem definição correta
Mas nunca palavra incerta
Por estar além da compreensão
O amor anda nos ares
De quem o sabe conquistar
Palavras doces, carinho pleno
Quando dói, sinal que é real
Por mais que se tente enganar
A vida, sua morada
O coração, seu lar
Amar é estar vivo
É respirar suspiros vários
É canção de tons sublimes
É desapego e sossego
Ser amor é repartir a paz
Luciana Silveira


domingo, 9 de janeiro de 2011

Quando te vejo...


Quando te vejo
fico triste
pela mulher que deves ser,
mas que não conhecia...

Todo o tempo
é tempo da descoberta
duma alma irmã!

Por ti
tudo farei
como pelos outros
que me acarinham
e me entendem,
até eu partir.

Vivo
e convivo
numa entrega
que alguns não entenderão,
mas a voz do meu coração
escolhe o melhor para o meu caminho!

Nas mãos da Vida
e dos outros
estarei sempre
por Amor!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=T54wLpcplTY#!

O teu sorriso é meu... jamais o esquecerei!




Encantas-me
quando apareces
e sem uma palavra,
entendo-te
pelo teu sorriso!

Sorrir
é saudável,
é carinho, afecto,
amor …

Teu sorriso é meu!

José Manuel Brazão

Um poema dedicado a ti Graci; neste poema começou a caminhada da nossa bela Amizade!

Zé, nada como iniciar este novo espaço com este poema, onde tudo começou...! Graciele


http://refugiodasemocoes.blogspot.com/

http://www.youtube.com/watch?v=FLSCwNtJYjA&feature=player_embedded

TU e EU somos...


Não dá pra explicar
essa vontade louca
esse arder na boca
Que me faz entristecer

Não dá pra explicar
Essa saudade doida
que minha alma açoita
e me faz enlouquecer

Vontade de te ter
Vontade de não ser
essa pessoa
Inversa.
Inquieta.
Incerta.
Sem plural
Tão só.
Vontade de não ser eu
quando não tenho você..

Sandra Freitas




[....]

Sinto-te
a qualquer hora,
em todos os instantes,
neste lindo amor,
como nunca tive!

Amor com desejo,
deixando
para outro momento,
o prazer…

Sentes
a confiança que precisas,
o conforto do meu olhar,
das minhas palavras!

Muito nos separa,
muito nos une,
mas tu és minha!

José Manuel Brazão

sábado, 8 de janeiro de 2011

Quase partias...


Vi
quase partires!

Falei
com a esperança,
chorei
e supliquei
por ti
pelas “rosinhas”
em crescimento.

Que seriam
sem ti?

A esperança
sorriu-me…

Nesta aflição
palpita o meu coração;
não quero que partas!

Não quero;
que levem a mim,
tão pronto, eu estou…!

José Manuel Brazão

Momentos da Vida em que nos damos a ELE por quem amamos!



http://www.youtube.com/watch?v=G4VhacroaNI

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Pérola poética


Escrevi palavras,
muitas palavras,
com pensamentos
e sentimentos,
que fizeram de mim
um homem
com momentos
de beleza e tristeza,
de encanto e amor!

Escrevo o que sinto
na minha poesia...
Poesia
que se revejam nela
como um reflexo da Vida!

Reflexo
do que observo,
sinto ou desejo!

Para uns
são pérolas poéticas,
para mim
apenas as minhas pérolas!

José Manuel Brazão

Dedico à minha querida Amiga e Poeta Marilandia Marques Rollo a quem devo o título do poema.

O sofrimento - O desespero



O sofrimento

Às vezes nos perguntamos por que temos que passar por tal dificuldade? Talvez a resposta seja mais simples do que imaginamos.

Com o tempo começamos a entender o quanto foi importante ter vivido aquela experiência e o quanto seremos gratos por isso.

O sofrimento tem o dom de tornar a vida mais doce, mesmo que no início o seu gosto seja amargo. Obriga-nos a tomar a dianteira da vida, nos impulsiona a reagir, nos estimula a tomar uma atitude.

Talvez a dor seja apenas emocional, mas fisicamente tens tudo, só precisa coragem para subir no palco da vida. É preciso deixar as tristezas de lado e seguir em frente.

Graciele Gessner



O desespero


Quando uma pessoa está na fase de desespero é porque perdeu a esperança, o alento e por aí fora…

A sua mente está confusa e reflecte-se no próprio corpo tornando-se doentio.
Vivendo com esperança e alento ganhamos forças para enfrentar os obstáculos e as contrariedades que se nos deparam no nosso caminho (Vida).

Já passei por isso e notava que perdia o discernimento, andava perdido sem saber como dar a volta. Se era 2ª feira e tinha um caso para resolver na 4ª feira, naquele dia começava a martirizar-me sobre o assunto. Quando chegava o dia encontrava-me esgotado e sem o assunto resolvido.

Alterei a minha forma de estar na Vida e grande parte dos meus comportamentos ajudaram-me a viver!

Hoje, vivo um dia de cada vez, não pensando no ontem, mas no hoje e, amanhã logo será!

Sou um homem com esperança, mas sempre!

Agora a vida é para mim uma coisa bela e por isso, também por isso ganhei muitos afectos e carinhos de pessoas que conheço pessoalmente e de outras que apenas me contactam.

Existem pessoas que vivem muito mal, algumas até confrontadas com a miséria.

O que fazem elas: Não desesperam; esperam …

Com esperança e saudades do futuro!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=LKbkpokQ-hE&feature=fvw

Definições de privacidade e segurança - Definições de segurança avançadas

Definições de privacidade e segurança - Definições de segurança avançadas

Singular

Não dá pra explicar
essa vontade louca
esse arder na boca
Que me faz entristecer

Não dá pra explicar
Essa saudade doida
que minha alma açoita
e me faz enlouquecer

Vontade de te ter
Vontade de não ser
essa pessoa
Inversa.
Inquieta.
Incerta.
Sem plural
Tão só.
Vontade de não ser eu
quando não tenho você..

Sandra Freitas

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Asas de amor



Voa meu pensamento,
vai ao encontro do meu amor...
diga que ainda sofro...
e choro com muita dor.

Sopre sobre seus ouvidos,
minha voz que ele amava
diga que mesmo longe...
eu ainda o esperava.

Como uma brisa suave
e um delicado tocar,
deslize em sua face
e sacie meu amar.

Perdido sabe que olhas
para o além... e eu aqui tão perto
Ee não vês ninguém.

Sê busca consolo para teu coração.
Meu amor é este brilho que voa e
está ao alcance de tuas mãos.

Belarose


[....]


Voamos
por esses céus sem fim,
passeando o nosso amor
sem destino...

Voamos
com a alegria que vivemos
por tu seres minha
e eu ser teu!

Voamos
com estas asas
feitas de amor,
que exalarão
o que vai em nosso coração!

Tu sorris
a felicidade conquistada
e eu
guardo em mim
mais um anjo do amor!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=8KKzpdG961Q&feature=related

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Vida e Poesia


Nosso viver é como um oceano
cheio de riquezas e desejos.
Num jeito tão especial e marcante,
dando toques de puros anseios.

Nossas vidas recheadas de inspirações,
nossos versos se enlaçam
e nossos escritos encantam.

Graciele Gessner


[....]

Quando te leio,
tuas palavras
escorrem doçura!

Mulher bela
de sorriso natural,
ternura,
dás à tua beleza
o que vai na tua alma!

Olhas-me e serenas
apenas com o meu olhar!

É apenas o olhar,
porque meu coração
é um coração sofrido!

Aguenta
com as tuas doces palavras
e a ti me entrego...

José Manuel Brazão



Vem Luz, vem...



Vem Luz,
vem até mim
me ajuda
no resto do caminho;
por aqui andei,
muitas pedras desviei
e servem-me de apoio
nas reflexões da Vida,
da minha Vida!

Olho vagamente
para a natureza
sem fim...
me perco neste horizonte
e recordo de tudo
num desfile de imagens
umas a preto e branco,
outras
com cores bonitas!

Saudades do que vivi
e vontade do gostaria de viver,
mas a Vida é mesmo assim...

Vem Luz,
vem até mim
já falta tão pouco
para o resto do caminho...

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=b2mJPtPMUsk

Amor solitário


Amo-te
solitário no meu viver!
Não importa se me amas,
se ainda me amas!

Amor
trás sofrimento,
não lamento.
Apenas relembro
para matar a saudade
da minha entrega
sem nada te pedir!

Apenas
sereno a alma,
de dar tudo
que existia em mim!

Paixão,
compreensão!

Que restou:
um corpo com
as marcas do amor
que levarão tempo
para desvanecerem…

O que ficará…
Um amor,
um grande amor,
que se tornou
num amor solitário!

José Manuel Brazão

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Que vida...? ... e fez-se Luz!



Vida que vivi
e não desejava!

Uma vida
no tempo disfarçando,
como se tudo estivesse bem!

No silêncio
vivendo a verdade,
amarga,
muito amarga,
mas resignando
às desventuras,
pensando no sofrimento,
muito sofrimento,
de outros…

Cansado, penso que o caminho
se desviou de mim
e não tenho a quem perguntar:
para onde vou?

Sei
quantas pedras desviei,
sei
quantas lutas travei,
mas não sei,
porque o amor se esconde.

Tem vergonha de mim?

Penso que não!

Terei dado
a quem não merecia?

Talvez!
Mas não me arrependo,
porque o amor dá-se
e não se retira!

O amor reacendeu
no meu coração!

Apareceste como um Anjo
que procurava!
Fez-se Luz…
Minha Vida te sorri…

José Manuel Brazão

*Tudo nasceu em 12 de Março de 2009 entre Vitoria (ES-Brasil) e Lisboa (Portugal*

Com este poema conheci a minha mais antiga parceira na poesia de amor NANDA COSTA.

Um poema que marca no tempo duas Vidas para sempre!


Você é um amigo que quero que seja mais chegado que um irmão.
Um amigo mais que especial pra mim.
Nanda Costa


http://www.youtube.com/watch?v=0IMK19ACht8

Promessas



Eu prometo:
vou me acostumar
ao teu silêncio.
Não vou gritar.
Não vou chorar.
Vou gargalhar do eco
que ele faz dentro de mim.
Vai ser assim.
Eu prometo deletar
suas palavras
bem ou mal faladas
da tela do meu pc.
Eu prometo desfazer
aquele esquema..
e o convite pro cinema
nunca cobrar de você.

Eu prometo
vou queimar
os meus poemas,
resolver os meus dilemas
que eu vivi por você.
Eu prometo esquecer
A sua imagem
e todas as viagens
que agente planejou fazer.
Eu prometo que eu cumpro direitinho,
talvez um outro dia...

Sandra Freitas



[....]

Sonhas
com o teu viver,
que nem sempre será noite,
mas haverá um luar
que iluminará fortemente,
o teu coração ardente,
com amor,
muito amor!

Passearás
o teu charme por mim,
e me encantarás;
prometes,
cumprirás direitinho
e eu te espero,
talvez um dia...

José Manuel Brazão

domingo, 2 de janeiro de 2011

Te amei


Parti ao encontro
de um anoitecer
que alivie minha alma,
depois de um amanhecer,
que aparecia
com um sol radioso,
mas enublou minha vida!

Nesse amanhecer,
vivi esperança,
paixão e amor.

Quando ia o Sol,
vinha o poente
e no silêncio da noite,
meu coração ficava doente!

Esse amor adormeceu,
tornou-se sono profundo,
para não acordar!

Mas acordei
e vi uma Luz,
que não era o Sol
do amanhecer,
mas um sinal
para não ir por aí…

Confiei,
errei
reflecti:
o amor é belo,
mas vivido
com bom senso,
compreensão
e entrega!

Recordei:
um amor por viver,
palavras belas
sem convicção,
promessas sem fim
em encontros
e desencontros,
nesta caprichosa vida!

Com um amor assim,
sempre em frenesim,
disse não
e parti...
... eu te amei!

José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?v=8GEUAqy6b44&feature=player_embedded

Os dias passam...


Os dias que passam,
transcorrem aquele tempo não vivido,
deslizam pelos dedos aquele anseio,
as lembranças que revivem, e até ficam...

Ah, o tempo que ficou, que se amou.
O tempo que nunca volta, mas sempre renasce...

Graciele Gessner



[....]

Os dias passam
eu me iludo
por acreditar,
eu me desiludo
por ter acreditado!

Eu me entristeço;
mas logo me alegro,
porque
vale a pena acreditar
naqueles que tudo dão
para nada receberem!

Naqueles que são leais
a mim e aos seus ideais!

Vale a pena viver
com aqueles
que dão a mão
para usarem a força da razão
em vez da razão da força!

Os dias vão passando
e eu amando a Vida!

José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=w5t1Bodtp_8