domingo, 18 de dezembro de 2011

NATAL 2011


Recebam o senhor Natal

Preparem-se para receber o senhor magistral
da alegria, da fantasia, da festa única, sem igual!
Vem de repente, comove a gente, nos surpreende
Guardem-lhe seus caprichos, decorações, e muitos mimos

O que vocês tem de mais bonito?
Tirem do armário toda peça de decoração
bolas coloridas, ornamentos, e tirem também do coração
o sentimento para entalhar o carinho sentido

Neste momento resgatem em si o menino
que amava esta época mágica de fim de ano!
Não percam tempo, ele está chegando
de seu globo de vidro, com neve e cantoria ele vem vindo

Abram o sorriso e abram as portas para ele entrar
onde ele chegar a tristeza não vai ficar.
Ele nos ensinará o seu canto, digamos: - Sê bem-vindo!
O recebemos com palmas e sonhos lindos!

Marcaste nossa infância com sua presença especial
Fica sempre conosco a cada festa, Senhor Natal!

Jacqueline Collodo Gomes
Minha convidada especial 
nesta quadra natalícia.


 * O meu abraço fraterno à Poesia e a todos os visitantes deste Blog *







sábado, 10 de dezembro de 2011

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

domingo, 18 de setembro de 2011

O poema mais lido na minha carreira



Site literário "O cantinho da poesia"


Pombo com ternura e fome


Por José Manuel Brazão, Ligado 2007-10-25 17:29

Apetecia  neste dia,
um passeio até ao Tejo
e pelo Terreiro do Paço
andei a pé.
Parei no terminal,
observando aquela sala gigante.
Parando junto de mim
um pombo habitante daquela sala,
que debicava, debicava
e nada encontrava!
Chamei por gestos;
junto de mim parou.
Por largo tempo
não me deixou!
E olhando aquele pombo habitante
de penas azuladas
e iris avermelhadas,
cheio de fome e ternura,
deixando as minhas mãos dar-lhe mimos,
sem voar revoltado;
apenas um pombo esfomeado.
Fiquei agradecido
por este novo amigo.
Lembrei-me das crianças
que nas mesmas condições,
ainda têm forças
para nos lançar
olhares de ternura
aguardando que nossos corações,
se lembrem que elas existem.
No meu regresso
e tendo como despedida
olhares de ternura,
ainda me disse:
“Quando voltares a esta sala gigante,
cá estarei e ficarei junto a ti,
para  descansares
e veres que ainda existo;
como pombo e amigo”.
 

http://cpoesia.esenviseu.net/components/com_maxcomment/templates/default/images/rating/user_rating_0.gif
Colocado por Maria do Carmo, Ligado 2009-12-06 12:56,
1. A Ternura é universal
Todos nós temos pena dos pombos que vivem neste Portugal pequenino,e por tal motivo, ainda que proibido,damos sempre migalhas para o seu sustento.Eles são afáveis.E é neste pensamento que devemos olhar os seres humanos que não são pombos - crianças e adultos, que caminham diáriamente, a nosso lado, sem que alguém olhe de frente, e lhe estenda a mão.
Quando viajamos,quando entramos numa pastelaria ou outrem,a nossa vaidade, fala mais alto,e ignoramos, quem nos estenda a mão.E por vezes, apenas um doce sorriso,para quem está só,adoça uma boca faminta de dialogar com alguém.Todos são famintos

» 

terça-feira, 23 de agosto de 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

domingo, 10 de julho de 2011

domingo, 3 de julho de 2011

sexta-feira, 1 de julho de 2011

quarta-feira, 29 de junho de 2011

E sou tua / Tu és minha




Open in new window
E sou tua,
Teus olhos ganharam os meus
Cativaram meu gosto
amaram meu corpo


Encontrei em tua boca
a paz que sonhei um dia
em tua alma
o reflexo da minha


Eternamente tua,
amante de teu sorriso,
enamorada de teus olhos
Amor em tua vida!


Anna CarvalhoOpen in new window




Somos
eternos amigos,
companheiros
e amantes!

Sinto-te
a qualquer hora,
em todos os instantes,
neste lindo amor,
como nunca tive!

Amor com desejo,
deixando
para outro momento,
o prazer…

Sentes
a confiança que precisas,
o conforto do meu olhar,
das minhas palavras!

Muito nos separa,
muito nos une,
mas
tu és minha
e a porta não se fechará!

Jo´sé Manuel BrazãoOpen in new window

terça-feira, 28 de junho de 2011

quarta-feira, 22 de junho de 2011

terça-feira, 21 de junho de 2011

sábado, 18 de junho de 2011

terça-feira, 14 de junho de 2011

sábado, 11 de junho de 2011

terça-feira, 7 de junho de 2011

sábado, 4 de junho de 2011

Ciranda da nossa Vida..


Nesta Vida
giramos e mais giramos,
nos encontramos
sempre nesse ponto:
o casulo do amor!


Tu, minha butterfly
vens sempre
com asas de amor
te aconchegar
no meu corpo
que te espera sempre!


Geramos muito Amor
e reflectimos na Poesia
e convivemos com ele na Vida!


José Manuel Brazão




http://www.youtube.com/watch?v=0LQnsm88tBI&feature=related

sexta-feira, 3 de junho de 2011

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Amor eterno



Esta poesia de amor
que enche
meu corpo e alma
me leva a escrever o amor
que encante, acalente,
enfim, que crie
momentos felizes!

Um poeta que sonha,
Sonha muito,
que perfuma corações
abertos a paixões,
escrevendo amor eterno,
quando eterno para este homem,
apenas o de sua Mãe!

José Manuel Brazão







http://www.youtube.com/watch?v=LIb1Yy3RDTw&feature=player_embedded

domingo, 1 de maio de 2011

quarta-feira, 27 de abril de 2011

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Amor dos amores

Amores que entraram 
e ficaram em mim
como se fossem eternos!

Vivi cada um
me dando de corpo e alma
esquecendo a vida,
a minha vida,
sonhando
e vivendo esses amores,
como se fossem os únicos,
os mais belos
com entrega,romantismo,
beleza e emoção...

Todos guardados
em mim
neste coração infinito
que não abandona
quem amou
e ama
e levará consigo
após o sorriso final,
O amor
Desses amores!

José Manuel Brazão

Dedicado às Mulheres que amei e amo na minha Vida!


quinta-feira, 21 de abril de 2011

A vida que te corre nas veias!



Vieste ao meu encontro
buscando em mim
a vida que agora
te corre nas veias!


Te fiz sentir Mulher
mesmo que tão distante
e viveres momentos lindos,
que te proporcionam
amar e ser amada
despertando em ti,
escrever o amor
com a voz do teu coração!


Olhaste a Vida
e sentiste que ela era mais
do que viveste até hoje!


E sem saíres de ti
segues a vida
com determinação;
a vida que agora
te corre nas veias!


José Manuel Brazão




Para ti Anna, Mulher de sentimentos tão importantes:  Amor, entrega e gratidão!












http://www.youtube.com/watch?v=rnWnfuKU7k8&feature=player_embedded

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Este é o meu caminho!


Sou quem sou
neste percurso da Vida;
muitos me acompanham,
me amam
e ajudam
por ser quem sou!

Não hesito
e ganho em cada dia
mais forças para o meu viver!

Minha Luz apareceu
e tanto precisava dela,
mas chegou por divina
no momento certo!

Instantes da Vida
que surgem em momentos
da minha esperança
na espera de dias melhores,
dum Sol nascente,
que de mim jamais sairá!

José Manuel Brazão



MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

terça-feira, 5 de abril de 2011

Nossos corpos, nosso lar!

Seu amor é minha cama.

Me ama,

habitação do meu repouso.

E pouso,

em suas mãos suavemente.

E sentes,

minha pele e meu gozo.

E morro,

no seu colo em que escondo.

E sondo,

as batidas do seu peito.

E aceito,

que elas gritem

por meu nome.

Sandra Freitas.

quinta-feira, 31 de março de 2011

BAILE DOS CISNES

http://www.youtube.com/watch?v=bSrqOS2cd08&feature=player_embedded#at=111

terça-feira, 22 de março de 2011

Partimos... unidos para sempre!


Sonhei com um lugar,
onde havia vida e luz
onde o amor era inteiro
e da paz, sentia o cheiro.

Um lugar todo nosso
com um rio que emana vida
onde os corpos não se cansam
e a alegria é infinda...

Sonhei com almas aladas
e crianças brincando livres,
ali não há choro, nem dor
somente conforto e amor.

Um lugar de reencontro
de vidas em partida e chegada
lugar que é pousada temporária
pois a vida...continua!

Anna Carvalho


[....]

Partimos com rumo certo,
convictos, decididos,
que nada nos fará parar,
aqui ou por perto!

Este amor sem limites,
que fez Luz em nós
e se reflecte em poesia de amor
com palavras ao vento
e ficará nos céus do infinito
voando entre estrelas cintilantes,
nesta Vida por instantes!

Nós, estaremos iluminados
por essa vontade, esse destino,
que a Vida nos deu!

José Manuel Brazão

Partimos... (dupla)

segunda-feira, 21 de março de 2011

Partimos...

http://www.youtube.com/watch?v=hzDlLtgt1BI&feature=related
Andre Rieu - Edelweiss

terça-feira, 15 de março de 2011

Alvorecer


O céu teima em escurecer
Dele caem lágrimas de dor
Mas a lua, ainda que fraca
Ilumina esse amor
Trazem lembranças de momentos ternos
Onde pousamos nossas asas frágeis
Tentando consertá-las
Sorrimos agradecendo
Essas flores eternas
Pétalas abrindo-se ao orvalho da manhã
Iluminando-nos e cobrindo-nos
Com a roupagem verde da esperança
Depois de toda tormenta
O alvorecer.

Luciana Silveira


[..]
Olhamos o Céu
e agradecemos A Luz
que te trouxe até mim!
Chegaste,
sorriste,
estendi a mão,
o amor na minha mão
e disseste:
encontrei
a minha Paz,
a minha vida,
sou feliz!
Também sorri,
de novo olhei o Céu
e agradeci este amor,
que nasceu,
floresceu
e dará pétalas de amor!
Olhamos o Céu
que nos envia
muitas pétalas,
pétalas de amor!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=xJZ1L3_gGc0

EMILIO SANTIAGO CANTA ALVORECER

domingo, 13 de março de 2011

Sonhos...


Sonho pela vida
que não tenho,
que procuro,
e que luto
neste silêncio
que me acompanha!

Sonho
com a família
dispersa, distante,
com a saudade constante,
de um homem
que disfarça ser feliz!
Que vive angustiado,
dando amor
aos que se lembram dele,
lhe aliviam a dor,
o acarinham, o admiram,
o amam,
fazendo esquecer,
as sombras da vida!

Sonho
com a felicidade,
que bate à porta
de cada um
e que um dia
encontrará
minha porta aberta,
para viver em paz
o resto do meu caminho!

José Manuel Brazão




[....]


Me deixa caber no teu abraço
moldurar teus olhos nos meus
Colher cada beijo teu em flor
e guarda-lo no mais profundo ser

Deixa parar o tempo
calar o mundo nessa noite
Te prender dentro de mim
assim sem fim
sem pressa, sem prece

Me deixa estar em teus planos
Fazer sonhos belos
De um amor eterno...
Não negue o direito de sonhar
e de viver contigo
meus sonhos de amor!

Anna Carvalho

Manifestação de amor


Acorde-me...
Seduza-me...
Faça-me sua.
Somente tua.

Irresistivelmente atraente;
Beijos sedentos e famintos;
Corpos em evolução, perpetuação.
Simples pecado, pura sedução.

Corpos se encaixam,
Os abraços se envolvem,
Os carinhos estimulam,
Murmúrios se ouvem.

Libido da carne...
Vontades se manifestam.
Perigo no ar, loucura perdida.
Uma fruta que já foi proibida.

Corpos se entrelaçam,
Constituindo-se num só.
Amando-se infinitamente,
Perdendo-se no seu limite.

Graciele Gessner



[....]


Não me deixas ficar mais assim...
Ansioso como estou
por te ter,
com o teu coração
explodindo desejo,
pelos meus versos
escorrendo amor
que percorrem
todos os pedaços
do teu corpo
da tua alma,
enfim …
com a tua vontade
de me querer agora,
Dou-te tudo …
o amor …
este amor louco,
que me provocas
com a tua sede de me beber!

Dou-te tudo …
o que me pedires,
até me sentir dentro de ti!

José Manuel Brazão