sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Não sei para onde vou...



Não sei para onde vou!
Só sei
que seja um sítio,
com paz,
harmonia
e amor.
Que se acabe a dor
que trago dentro de mim,
que volte a alegria
e que deixe para trás,
as tristezas,
as angústias.
Que relembre:
os momentos bons
a quem dei amor,
em troca de nada.
Estar bem comigo
e com Ele …

José Manuel Brazão


_ _

Sem comentários:

Enviar um comentário