quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Belarose: Olhos marinhos



Olhos
sempre os olhos
na vida de cada poeta!

Mas os teus olhos
são diferentes;
a cor que sobressaie
em teu rosto
nos deixa carentes
e me lembra
em noites de luar
uma maresia de amor!

Esse azul evidente
e da cor do mar,
me leva para horizontes
sem fim!

Esses olhos marinhos
de ti em mim,
me confortam
entre muitos carinhos!

José Manuel Brazão


_ _

Sem comentários:

Enviar um comentário