sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Posso não ser ninguém no Mundo






Não sou ninguém no mundo,
neste mundo.
Mundo caduco e envelhecido,
para muitos, mais empobrecido
de valores morais.

Não sou ninguém no mundo,
neste mundo.
Para muitos, mundo enriquecido
de invejas, arrogâncias,
cobiças e intolerâncias;
falta de amor!
Sinto tanta dor
por esta forma de viver,
que antes morrer,
do que ser alguém neste mundo.

Sonho,
vivendo a esperança
dum mundo melhor:
de harmonia e paz.

Sinto,
que nos meus pensamentos
e nos meus sentimentos,
posso ser o mundo de alguém!

José Manuel Brazão



Zé, sempre poderemos ser o mundo de alguém... Às vezes não sabemos da nossa verdadeira importância. Mudar o mundo está difícil, mas podemos mudar, sempre. Mudando, cultivamos, apresentamos o melhor do que realmente somos. E quem sabe, alguém não muda junto conosco?
Graciele Gessner

Sem comentários:

Enviar um comentário