sexta-feira, 29 de outubro de 2010

A Gratidão

A GRATIDÃO



Caminhei no jardim florido do seu coração
tantas flores contei nele,
mas cada uma delas é unicamente especial!


Pessoa que transborda amor e compaixão.


Tens uma mão sempre estendida ao que precisa!
Jamais esquecerei que passei em sua vida
e que em minha lembrança viverás!


Tão amado amigo,
que minhas lágrimas colheu,
e delas lindos poemas nasceu.


Eu te admiro muito
e o meu carinho é imenso!


ISA




[....]


Como existe em ti
o belo sentimento
da gratidão,
a tua gratidão!


Encontrei-te
desfeita,
ultrajada,
consumida,
desorientada,
sem um rumo!
Viveste
muitos sofrimentos,
silêncios, angústias,
tristezas,
incertezas,
dores de Alma,
quase destruída!


Ajudei-te,
sarei feridas,
retirei medos!


Renasceu
em ti, outra mulher,
que sentiu Luz,
não mais se sentiu só!


Enriqueceste
a generosidade,
a bondade,
o carinho e o perdão!


Tivémos o nosso reencontro
e sempre unidos
numa amizade pura,
não teremos mais desencontros
e sentirás a minha presença,
para tua serenidade!


José Manuel Brazão

_ _

Sem comentários:

Enviar um comentário