quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Esse teu olhar é a poesia que eu entendo!


Leio os teus poemas
e sinto
que escreves o amor
sonhando,
lutando,
tornando-o
emocionante,
suave, doce!

Esse teu olhar
percorre a Vida,
na busca
do teu ideal de Vida!

O teu anjo,
o teu
anjo meu,
sorri,
mas ajuda;
ajuda sempre
com a sua mão,
o seu olhar
a sua voz
e o seu coração
pulsando
bondade e amizade,
com laços de amor!

Esse teu olhar…
é poesia que eu entendo!

Sabes
que está sempre perto,
o teu
anjo meu!

E ficará
esse teu olhar
e a tua poesia que entendo!

José Manuel Brazão



Um dia te encontrarei...

_ _

Sem comentários:

Enviar um comentário