sábado, 11 de setembro de 2010

Sereia do amor


Vejo o mar,
contemplo o horizonte,
penso na natureza,
como é bela a criação
de tudo o que vemos,
sentimos,
damos
e recebemos!

Vejo o mar
contemplo o seu vai-vem,
sinto o seu cheiro
que Inspira o poeta!

Vejo o mar
e penso na minha poesia;
encontro nesse mar
o motivo para um poema,
que me leva àquela mulher,
que será
como sereia do mar,
uma sereia do amor!

José Manuel Brazão



MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

Sem comentários:

Enviar um comentário