segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Anjo meu





Anjo meu

Anjo meu
Leva-me contigo em teus braços
Leva-me para os mais altos céus

Vem
Segure-me forte deixe-me contigo voar
Atravessar desertos e vales
Montanhas e mares
Quero debaixo das tuas asas habitar

Anjo meu
Ensina-me o caminho correto
Quero contigo aprender o que é certo
Quero contigo aprender a amar.

Leva-me
Para bem junto á ti
Pois sei
Que só assim poderei sorrir
Tendo teu sorriso a me guiar

Vem amor
Só nos teus braços encontro proteção
Segure firme minha mão
Mostre-me os segredos que possui teu coração.

NANDA Costa



[....]

Anda comigo
a tua imagem:
sempre!

É noite
e neste silêncio,
olhei para o céu,
descortinei a lua,
fixei-a;
noite de luar,
com estrelas brilhando,
deslumbrei-me
porque pareciam
iluminar o meu corpo.

Olhei a tua imagem,
também estava iluminada.

Fechei meus olhos
com a luz intensa.
Desfilaram na minha mente,
muitos anjos.
Um deles desceu mais
e nas imagens mentais,
vestias de anjo!

Voltei para o meu cantinho
e o meu Anjo
pertence ao Universo.

Na Terra
tu és o anjo meu!

José Manuel Brazão

Sem comentários:

Enviar um comentário