sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Eis o ano 2011: Estou vivo... para continuar a amar!

[youtube=300,25]http://www.youtube.com/watch?v=0eu5jO0sPUs[/youtube]


http://static.blogstorage.hi-pi.com/photos/siteilegal.bloguepessoal.com/images/gd/129348787278/Feliz-Ano-Novo-2011.gif





Estou vivo… para continuar a amar!

Como a vida me contempla
e cada vez
te amo mais!

És o Sol,
O Céu, a Lua,
a natureza
no seu esplendor!

Um amor
que envolve minha Vida,
com alegrias
e tristezas,
momentos felizes
e sorrisos
de paixão e amor,
Com um coração que me diz:

Estou vivo…
para continuar a amar!

José Manuel Brazão


A minha foto foi um presente da minha querida Amiga Fátima (HAEREMAI)

Folha do pensamento



Na tua mão
uma folha de árvore;
sentas-te à sua sombra.

Acaricias a folha,
fixas o teu olhar,
corres a vida:
sorris, choras.

Com coisas belas
e sonhos perdidos
nessa corrida pela vida.

Olhas para diante
e vês a sombra de alguém,
mas quem?

Daquele
que segue o teu caminho,
que te avisa e aconselha,
daquele
que não te quer sem destino:
onde estou, para onde vou…

A estrada em que estamos,
leva-te à que procuramos:
a estrada da Vida …
Sorris para mim,
beijas a folha e partes …

José Manuel Brazão


Folha mais linda que já vi!
Uma folha divina que nos leva a refletir!!
Lindo poema zé!

Bjus
Nanda Costa




http://www.youtube.com/watch?v=92ijvyUGXb4&feature=player_embedded

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Lágrimas Dupla especial)


[
youtube=300,25]http://www.youtube.com/watch?v=PIO2K_FjwrQ&feature=related[/youtube]


Sinto em meu rosto
Uma lágrima rolar
Como gota de orvalho
Minha face molhar
Gotas amargas
Encharcadas de dor
Sinto-as em minha face rolar
Lágrimas que outrora
Foram de alegria
Lágrimas de amor
De sonhos
Fantasias
Hoje tornaram-se melancólicas
Vadias
Lágrimas de agonia
Agora regam meu dorido coração
Que não sei por que razão
Teima em bater
Pulsar
Viver
Talvez este ferido coração
Ainda tenha esperança
De ser novamente regado
Por cristalinas e verdadeiras
Lágrimas da mais pura paixão

Nanda Costa


[....]

Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por seres generosa,
uma pedra preciosa
a decorar o meu coração!

Quando penso
e penso em ti,
vem o sonho duma paixão,
sonhada, mas por viver!

Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por ver
não estares ao pé de mim!

Apenas sonho
e vem a lágrima…

José Manuel Brazão

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Vai...



O caminho
já o descobriste!

Vai…
não hesites,
percorre-o
sem olhar para trás!

Vai…
acredita,
nós
que te amamos,
em ti confiamos!

Vai…
o Sol sorri-te,
a Lua confia-te
amor,
muito amor!

Vai…
tu mereces!

Dedicado à minha querida Amiga Nanda Costa

14 de Julho de 2009

José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?v=PIO2K_FjwrQ&feature=related

Os sonhos que tiveste...



Você é o amor que eu nunca tive
qualquer coisa entre o céu e a terra
Entre o real e o imaginário
Minha gestação mais dolorida.
E agora ao te dar a luz
E te ver partir
Queria que voltasses
a ser apenas óvulo
fecundado
em minhas teias,
entranhado em minhas veias.

Ah..egoísmo que me sucumbe
amor de mim..!
Querer-te assim, prisioneiro meu,
Te ver morrer e renascer em minha alma
a cada linha, em cada verso.
E só assim te tenho pleno.

Sandra Freitas



[....]

Os sonhos que tiveste
que te fazem viver,
acreditar,
ter fé e esperança
num novo amanhecer,
mas que te desiludem,
quando abres os olhos
e não queres acordar!

Vive sonhando
para te alimentar a alma,
sempre atenta
Ao mundo que te rodeia,
que não é o que desejavas,
como mensageira de amor,
mas chega-te a nós
e seremos muitos
para isolar os nocivos
e a proteger
a bondade,
a generosidade,
a solidariedade,
tudo isto apenas
com a nossa sensibilidade
que está sempre em nós!

José Manuel Brazão

"Os sonhos são ilustrações... do livro que sua alma está escrevendo sobre você." (Marsha Norman)

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Ciclo vicioso!


Eu tenho meios,
e-mails,
textos,
trabalhos,
tarefas,
consertos,
pessoas, chamadas,
fugindo sempre...
ocupando espaços
que outrora eram seus.

Eu corro,
minutos, segundos,
me escondo
e sondo
outro meio de fugir..

mas sua imagem sorridente
me alcança
me pega
me joga na cama
me despe,
me ama,
me jura em saliva
orgasmos,
sussurros, poesia....
e eu me rendo

de novo me rendo...

e você torna a ocupar
todos os meus espaços....

(Sandra Freitas)


[....]

Meu amor,
meu desejo por ti
não tem limites,
não existem espaços.

Sei bem
onde te procurar
nos momentos insaciáveis
equeres
que te jogue na cama
te dispa,
te ame,
te jure em saliva
orgasmos
e enorme prazer!

Exaustos
olhas para mim
e teus olhos falam:
de novo me rendi!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

PAZ, HARMONIA e AMOR




São os meus desejos para os Colegas e Leitores do LUSO-POEMAS

José Manuel Brazão








http://www.youtube.com/watch?v=BNQ57bQXVN0&feature=related

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Amor ferido



Mulher
de amor e paixão,
generosa,
determinada,
dá-se aos outros
com aquele coração,
palpitando,
com veias de amor!

Mulher
bela e cativante,
estonteante
de fácil sedução,
sempre
comigo à espera,
para lhe dar a mão!

Mulher
Carente de amor,
amor solidário,
que encontra em mim,
o seu amigo
de hoje e amanhã,
da amizade sã.

Mulher
de amor ferido
que não morreu…

José Manuel Brazão

"Eu também tive uma boneca assim, hoje ela está quebrada, totalmente quebrada."


* Guarda a boneca contigo, porque não está quebrada, apenas he falta a esperança! *


http://www.youtube.com/watch?v=DItQqLjJ1W8

Edson e Hudson - Te dar tristeza nunca mais

Ser poeta


Ser poeta é não ter ligação com a poesia,
Seria uma fraude contra a inspiração.
A perspicácia do poeta é a sua ambição.

Ser poeta é criar o seu próprio cenário;
Com um pseudônimo, não com a sua identidade.
A alma do poeta inventa uma nova personalidade.

Ser poeta é preencher um corpo que não lhe pertence;
Sua inspiração é movida pelo sentir de outros.
É um declamador, deleita-se com versos que apetece.

Ser poeta é saber recitar no seu próprio silêncio;
O dom não faz muita diferença, mas sim, a sua dedicação.
Todo poeta necessita educar a teimosia do seu coração.

Graciele Gessner




[....]

Com a poesia,
sinto alegria;
repousam os dilemas,
nascem os poemas.

Com a poesia,
param as angústias,
as tristezas,
as desilusões.
Com a poesia
nascem emoções,
mensagens de paz,
harmonia e amor.

Com a poesia
nasce a esperança
de viver
e de conhecer amigos,
amigos de verdade.
Com a poesia,
nasce a libertação,
a conversão
aos valores humanos.

Com a poesia
nasce um estilo,
uma forma de vida,
uma visão do mundo,
que leva o poeta
à descoberta:
da verdade,
da realidade,
sem palavra encoberta.

Com a poesia,
nasce a minha poesia…

José Manuel Brazão

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

As minhas poetas: como vejo seus olhos!


GRACIELE GESSNER

Mulher admirável
com determinação,
mas de generoso coração,
estás comigo
no momento certo,
que precisamos do Amigo!

No tempo
cultivámos a Amizade
que cresceu,
cresceu muito;
já é adulta
com a maturidade
que ninguém
de jeito algum
nos separará!

quando penso em ti
e vejo a tua imagem
na foto preferida,
olho os teus olhos,
muito brilhantes,
como diamantes,
na mulher
que no seu todo,
para mim
é uma pedra preciosa!



LUCIANA SILVEIRA

Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…

pensas na vida
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados...



SANDRA FREITAS

Quando te encontro,
deparo com teus olhos,
admiro-os, já lhes chamo:
olhos falantes.

Tu és ternura,
doçura,
que me fascina
em ti: mulher!

És doce comigo,
irradias alegria,
simpatia.

Sinto a tua amizade,
banhada
pelas tuas lágrimas
de mulher solidária,

Limpo as lágrimas,
olhas para mim:
não esquecerei
esses olhos falantes…


José Manuel Brazão

Para a Graci, a Luciana e a Sandra não se zangarem estão por ordem alfabética! rsrsrs





http://www.youtube.com/watch?v=tMNoW3-SEf8

domingo, 19 de dezembro de 2010

Caminhos... mas qual?


Vários caminhos
e hesitas!

Olhas,
não me vês
para te ajudar!

Há muito
que o teu Anjo
partiu…

Quando não se ouve,
ele parte…
há sempre
uma ajuda a partilhar!

… mais tarde
olhando para trás,
vês não ser esse o caminho;
mas escolheste,
está escolhido!

Nesta lição de vida,
existe o custo
e é pago aqui: na Terra!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=ybDZW3iqvXM

sábado, 18 de dezembro de 2010

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Salvação (Amor)



Esse amor que eu trago
no peito, dolorido
meio sem jeito,
quando penso que perdeu-se no fogo,
vem ele mesmo me queimando
em lavas, que lavam minhas entranhas.
Vem serpenteando meu corpo
renovando meu fôlego, me sarando as feridas.
E se eu andei de mãos dadas com a morte
foi esse amor me que trouxe pra vida.

Sandra Freitas



[....]


Por ti
darei o Sol, a Lua,
o afecto, o carinho,
a paixão e o amor!

Em ti
ficará o homem
que vive
momentos felizes,
quando te sente,
te ama,
mas não vive sem ti!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=gJty8FwIpLw

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Foi belo o nosso amor!



Você foi a mais bela
A mais forte
A mais poderosa poesia de amor

Seu sorriso, seus olhos, o seu amor
São coisas divinas que me preenchem
Há muito vivia na dor
Mas conhecer-te foi como um sonho que se realizou.

Se não gosta de mim
Eu não desejo piedade
Antes morrer de saudades
que viver assim

Se de bom nada lhe dei
Se de bom nada lhe fiz
Você foi que mais amei
Você foi que mais me fez feliz

Da imensa felicidade
A tristeza sem fim
Guardarei esta saudade
De tudo que um dia você foi pra mim…

Belarose



[....]

Foi belo
o amor que te dei
e os momentos vividos,
que não se repetem,
apenas ficam
na memória do tempo!

Foi belo
aquele amanhecer
que gerou dentro de ti,
a paixão, o amor
nunca antes vivido
e que voou
pelo mar imenso
e nos juntou
num sentir
forte,
muito forte,
que parecia eterno!

Um eterno
enquanto durou…

Até anoitecer…

Ficam marcas
desta paixão,
deste amor original,
distante
que uniu corações
que só nós entendemos
e o destino...

José Manuel Brazão

"A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida."
Vinicius de Moraes


http://www.youtube.com/watch?v=XwySHCNZPfc

Amor de Amiga




Sinto em mim
esse amor amigo,
que me conforta
e em que eu confio
serenamente!

Sei
que para voar
me darás asas,
asas de amor;

Sei
que estarás comigo,
sempre
mas sempre
neste amor amigo
como a irmã que não tive!

Assim será
para além do azul!

José Manuel Brazão














http://www.youtube.com/watch?v=f_r2h1Yc4zc

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Apetece partir


Apetece partir ao encontro
de um anoitecer
que alivie minha alma,
depois de um amanhecer,
que aparecia
com um sol radioso,
mas enublou minha vida!

Nesse amanhecer,
vivi esperança,
paixão e amor.

Quando ia o Sol,
vinha o poente
e no silêncio da noite,
meu coração ficava doente!

Esse amor adormeceu,
tornou-se sono profundo,
para não acordar!

Mas acordei
e vi uma Luz,
que não era o Sol
do amanhecer,
mas um sinal
para não ir por aí…

Confiei,
reflecti:
o amor é belo,
mas vivido
com compreensão
e entrega
nesta caprichosa vida!

Apetece partir...

José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=dOA7EzEoPW0

domingo, 12 de dezembro de 2010

Eu, por amor chego...


Por amor,
por tanto amor,
perco-me na Vida,
não sei quem sou,
não sei já
o que faço!

Por amor
dou-me todo:
sofro,
choro,
peço perdão,
Perdoo
e esqueço o mal!

Por amor
vivo e respiro
quem amo,
como nunca amei!

Destino?

Sim, destino intenso,
com pedras no caminho,
mas o amor
é assim:
não aparece
como um presente!

Conquista-se…!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=Z7sehaNNfEo

sábado, 11 de dezembro de 2010

A luz do luar!




Sinto teu toque
E sussurro de amor
Sussurros repetitivos
Gemidos
Corpos quentes
Iluminados pela luz da lua

A lua nos observa
Encantada com tamanha entrega
Enquanto seus dedos dedilham meu corpo nu

A luz do luar é nossa testemunha ocular
De todo amor que em nosso peito há
Não há como fugir do encanto
Da magia
A lua nos ilumina
Aquece
Hipnotiza
É ela a lua que nos ensina
A verdadeira forma de amar

E sobre a luz do luar hipnotizante
Iluminados amantes
Entregam-se ao querer
Um querer de alma
Poder que acalma
Total prazer

E no ápice do amor
Esquecemos a dor da distância
Somos meninos
Crianças
Dançando a mais doce ciranda
De um amor que iluminado foi
Pela luz da lua
Lua cheia do nosso amor.

Nanda Costa



[....]

Noites de luar
clamam paixões,
umas sentidas,
outras vividas.
As noites de luar
parecem iluminadas,
intensas,
dramatizadas.
Paixão
é apenas paixão.
Quando acaba o luar,
tudo acaba.
Onde pára a paixão?
À espera de outro luar
para criar ilusões
e desilusões.
Eu queria ser Luar
para inspirar amor,
em vez de paixão …

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=K5f_AG-SR24

Amores (Mulheres) da minha poesia


Tão simples

escrever sobre a vida,

como grandioso

o carinho destas mulheres;

“princesas”,

Guerreiras,

sensíveis,

talentosas,

Autênticas.

Não esquecem

a minha existência,

que me confortam,

por valer a pena

a minha persistência,

com sentimentos coerentes,

para estes amores ardentes

amores

da minha poesia!

Mulheres!

José Manuel Brazão



http://www.youtube.com/watch?v=YE9rfrvyzOo

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Onde eu estava com a cabeça?


Onde eu estava com a cabeça,
quando deixei que você me abraçasse,
me apertasse como se o mundo fosse acabar?

Onde eu estava com a cabeça, quando te roubei
um beijo, e num lampejo, você me devolveu
saboreando meu gosto de flôr e fruta?

Onde eu estava com a cabeça quando marquei
nosso encontro, e nossos abraços se acharam
nossas pernas se enroscaram, e tudomais podia esperar?

Onde eu estava com a cabeça, quando te dei a chave
de mim, e você abriu, dormiu, amou, morou e partiu?

Onde eu estava com a cabeça?
No pescoço?
Nas Nuvens?
Não.
Por certo, no lugar de sempre,
no coração.

Sandra Freitas



[....]

Nasceu este amor
como gratidão ao Sol!

Iluminou
nossas almas
que andavam desavindas.

Cresce este amor,
entre lágrimas
e sorrisos.
Dei-me todo
a esta paixão,
que não pára
neste palpitante coração!

Choras,
porque o desejas,
mas …
Vestes o silêncio
e amas …

Guardas para ti
este amor,
esta loucura,
esta paixão...

... e a tua cabeça
está sempre
nos nossos corações
!


José Manuel Brazão

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

O nosso olhar [Belarose-Zé] - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas


O nosso olhar [Belarose-Zé] - Poemas de amor - Poemas e Frases - Luso-Poemas

Beleza sublime!



Avistei uma mulher
nas rochas em que o mar batia
e aproximei o meu olhar:
ela me fixou!

Contemplava o mar,
recordando
a vida passada,
anseios e sonhos,
ss suas preocupações
om os entes queridos,
muito leal com os amigos
e me dizendo
como se há nuito
nos conhecessemos!

Senti isso:
Que já nos conhecíamos
se de outras Vidas
e nos reencontrássemos ali!

Nas suas palavras,
encontrei doçura,
compaixão,
paixão, amor,
saber viver,
vivendo!

Diante de mim
só encontrei beleza,
na Mulher
que irradiava Luz
e sentimentos nobres.
Era mesmo bela;
uma beleza sublime!

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=6rqXh8JGxXE

O nó que desatei!


Existia um nó,
muito apertado,
que enlaçava a vida,
a minha vida!

Desfeito o nó,
respiro a vida
com outro fôlego,
com outro olhar,
sorriso aberto,
coração renovado!

Com nó
ou sem nó,
mantive princípios,
sentimentos
e o amor,
amor intocável!

Existem nós
que asfixiam,
mas não matam!

Chegou a hora de voar!

José Manuel Brazão


Baseado nas seguintes palavras:

Às vezes é necessario uma pausa na vida, a solidão enxertada; aquela sábia e necessária para nos manter vivos...
Luciana Silveira













http://www.youtube.com/watch?v=FH6dUmF4AA0&feature=player_embedded#!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

O nosso olhar


Você que tem encanto nos olhos
Ternura e amor no sorriso...
Alegria e humor contagiante,
Que nos leva no paraíso!

É a luz do sol poente
Escondendo na montanha...
Deixando saudade na gente,
Mesmo antes que se ponha!

Você é o céu estrelado
Em noite de lua cheia...
É o amor mais amado,
É o fogo que incendeia!

Tem um coração imenso
Que quer a todos abraçar...
Com suas belas palavras,
Consegue a todos alcançar!

Você que é um tesouro
Uma pedra valiosa...
Lapidada por Deus
Sempre serás assim,
Te amo amigo meu!

Belarose



[....]

Admiro o teu olhar.
fixo os meus olhos
nos teus…
pensas na vida.
nos sonhos que te invadem,
nas ilusões que tiveste,
nos dramas que esqueceste.

Os teus olhos
procuram os meus gestos,
a minha alegria de viver,
os meus mimos …

Sorris
e os lábios mexem,
com palavras de encanto,
tornando-os sensuais,
desejados
por um amor sofrido,
por um amor contido.

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=tMNoW3-SEf8&feature=related

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Lembra de mim



Lembra de mim
mulher da minha Vida,
dos momentos felizes,
dos momentos de glória,
dos momentos
de paixão e amor,
dos viveres
de alegria e tristeza
e do sentir
de saudade,
muita saudade!

José Manuel Brazão


Do som:

LETRISTA: Poeta Vitor Martins
MELODISTA: Ivan Lins



http://www.youtube.com/watch?v=mQ2Gjo0IkPQ&feature=player_embedded

domingo, 5 de dezembro de 2010

Voamos rumo ao céu!




Voo

Dentro
do teu olhar
que me acolhe!

Tocas-me
a alma com doçura.

Deixas
que as nossas asas
se unam num voo apenas.

Sobrevoamos
agora melhor
as tempestades
do lado de fora...

A ousadia
com que voamos
leva-nos
ao mais profundo de nós,
para alcançar
com o saber
o caminho acima
das tempestades,
submergindo-as.

Voamos rumo ao céu,
nesta paz infinita
rompemos o véu
para lá do azul!

Ficamos ali a namorar
nas cadeiras de veludo
do céu
para lá das nuvens,
a brisa do trono
sossega-nos.

O som
das Harpas,
inebria-nos.

Voamos
dentro da melodia,
que nos entontece
e assim,
acontece esta passagem
para o lá de lá,
aonde Deus habita.

Carregamos
as promessas
sorrindo,
vestimos a alma
com a voz do céu.

Com
o pensamento,
derramamos
sobre o mundo,
um querer profundo,
para que a esperança
seja uma semente
que se agigante,
sem que doa a alma,
porque para além do céu,
a vida será calma.

A liberdade
faz-nos acreditar
que nas águas cristalinas
que descem do trono,
nos podemos banhar.

Voamos
e ninguém nos alcança
nesta dança.
Bailamos pelo céu,
e ansiamos voltar
para contar
como aconteceu!


Voamos
e é nesta ousadia
que me uno a ti
e por fim
o mundo voa
aos pares
e num círculo
aos milhares
todos encostam as asas
formando uma aliança
cheia de confiança.
e passam a acreditar
na esperança,
que abre a porta do céu
te dá asas para voar
e o limite é o sonho.

Voa!

Alice Barros



[....]


Hoje sinto-me voando
por aí...
percorro sítios
-numa núvem de amor-
Onde haja vida real
para evitar
que me mostrem
um outro Mundo
que seria o ideal,
mas para os “donos”
não convém
e assim tudo continua:
“quanto pior...melhor”!

Com esta nuvém de amor
vi o bastante
para juntar outras nuvéns
e encher o Céu
de estrelas cintilantes
a iluminar-nos com amor!

Hoje voei eu e tu(LI),
Amanhã voarão muitos...!

José Manuel Brazão

Nossas asas!


Voamos
por esses céus sem fim,
passeando o nosso amor
sem destino...

Voamos
com a alegria que vivemos
por tu seres minha
e eu ser teu!

Voamos
com estas asas
feitas de amor,
que exalarão
o que vai em nosso coração!

Tu sorris
a felicidade conquistada
e eu
guardo em mim
mais um anjo do amor!

José Manuel Brazão

sábado, 4 de dezembro de 2010

Ser interessante...



Desde sempre
te achei interessante.

A tua beleza
está na sedução,
na simpatia,
na serenidade,
no brilho do teu coração.

O meu
fica palpitante,
muito palpitante,
quando me dizes:
se cuide...

José Manuel Brazão

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Ainda assim amor...


Ainda que a noite roubasse meu dia
criasse um tormento em minha calmaria,
que toda verdade entornasse em mentira
ainda assim amor, eu te amaria..
E se você voltar e disser não,
e for se embriagar em outro chão
ainda assim é teu meu coração.
Se encharcar de dor os olhos meus
e secamente me disser adeus
ainda em mim amor, tudo é teu.
E mesmo se o mundo acabar
e em outros braços você se deitar
ainda assim amor, eu vou te amar.

Por que amar-te é minha rendenção
é combustível, seiva, é meu pão,
minha razão de vida desmedida.
E não me importo se me esquecer
se me apagar, tirar-me de você
deixar de amar-te é preferir morrer.
Prefiro amar você por toda vida.

Sandra Freitas



[....]


Ainda assim amor,
o tempo passa
e no meu silêncio
amo a tua voz,
o teu pensamento,
o teu querer,
a tua paixão!

Vivemos
este amor ardente,
com admiração
um pelo outro,
com o desejo
de que o tempo pare
para nós saborearmos
este amor doce,
generoso
e carinhoso;
este amor único!

Ainda assim amor
seguiremos
nossos caminhos,
sempre unidos,
queridos,
como amantes
de uma só vida,
que nos uniu,
sorriu
e nos levará
até sempre,
ao pensamento
do meu e teu poema,
da nossa Vida!

José Manuel Brazão

Apenas me vejo a mim!


Saio por aí
sem destino
olhando, pensando
e sentindo aquilo
que não sei explicar,
mas que sinto!

A vida que escolhi
ficou por aí
e abandonei-me
para me preocupar
com os outros
que precisassem de mim!

Saio por aí
e não encontro os outros,
apenas me vejo a mim!

José Manuel Brazão

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Estás mim


Cada dia
o sol brilha
a Lua ilumina
tua imagem!

Estás em mim,
sempre!

Teus olhos
mostram tua alma
e dizem-me:
Somos os dois
apenas um!

Abraço-te,
olhamo-nos
e segredamos:
como precisamos
um do outro!

Estou em ti,
estás em mim!

José Manuel Brazão

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Teus lábios



Olho para ti
e vejo os teus lábios
colorirem tua beleza.
Procuro neles
as palavras tímidas,
mas carinhosas,
sinceras
e sonhadoras.

Teus lábios
inspiram muito amor,
para receberes
e para dares…

Teus lábios
juntam-se aos meus
e voamos
com as asas do amor!

José Manuel Brazão

Meu coração vagueia...


Bate
bate meu coração,
de tanto amor dar.

Vagueia
por aqui, por ali
deixando um pedacinho
a cada um, com carinho!

Vagueia
esperando um afecto,
um palavra, um consolo!

Vagueio
na minha missão,
sem olhar a quem,
mas Alguém
está atento
e dá-me o pedacinho
que não guardei para mim…

José Manuel Brazão

Oi amor, saudade...



Solitária, sim...
O meu coração faz eco
Anda vazio, fechei a porta
todas as janelas estão bloqueadas
Minha prisão...


Esse amor que maltrata meu coração
Chama, grita, mas quem pode ouvir?

Oi amor, saudade...

ISA


[....]


O teu olhar
levou-me à paixão.
depois ao amor!

É um amor sem limites,
sem hesitação,
bebendo as tuas palavras,
a tua dedicação,
o teu amor em silêncio,
por vezes escondido,
outras vezes assumido!

Ninguém roubará
este amor que corre,
que se alimenta em nós!

Solitária, mão...
somos prisioneiros deste amor!

José Manuel Brazão


_ _

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Anjo (Amigo) que perdeste!

[youtube=425,350]http://www.youtube.com/watch?v=dPpWRuXgF60[/youtube]


Com asas paradas,
não voas...
e ficas apenas
junto da tua cria!

Tiveste
um Amigo (anjo),
deste por ele,
mas depois
Ignoraste-o
e ficaste só;
apenas a tua cria!

Com a mão recusada
e com amor amigo para dar,
quem porá tuas asas
a voar novamente...?

José Manuel Brazão

Com o pensamento em alguém (Poeta e Amiga) que me julgou um Amigo vulgaríssimo (descartável)deixou-me partir... e ficámos distantes no tempo; Como lamento!

Nunca te sentirás só!

http://www.youtube.com/watch?v=pC4ZOxpu2rs&playnext=1&list=PL42FCE8D84892946E&index=1


A vida é bela,
mas nem sempre
é fácil o caminho a trilhar!

Já percorri muito
do meu caminho
com muitas curvas
e contra-curvas.

Tomei cautelas,
mas mesmo assim
elas nos enfrentam
e nem avisam!

Na tua insegurança vivida
pensa n’Ele.
eu estarei contigo
e nunca te sentirás só!

Jose Manuel Brazão

Renascer

[youtube=425,350]http://www.youtube.com/watch?v=G14yFAdKfsw&feature=player_embedded#![/youtube]

[img width=300]http://2.bp.blogspot.com/_Kpeov3_d-aU/S-P7RjdiX2I/AAAAAAAANLM/CJEYLW09CRA/s400/renascer.gif[/img]

Nasci
para um caminho.

Cresci
a percorrê-lo
parando
aqui e acolá,
pensando
na linha da vida!

Vivi
entre hesitações,
sensações
e tentações!

Vivo
numa curva do caminho,
procurando meu destino,
sempre
com o olhar
em quem passa,
nos que vou conhecendo:
que me acarinham,
me sorriem
e nos que me amam!

Renascerei
para ser melhor,
do que fui ontem…

[b]José Manuel Brazão[/b]

domingo, 28 de novembro de 2010

Amor dos amores!


Amores
que entraram
e ficaram em mim
como se fossem eternos!

Vivi cada um
me dando de corpo e alma
esquecendo a vida,
a minha vida,
sonhando
e vivendo esses amores,
como se fossem os únicos,
os mais belos
com entrega,romantismo,
beleza e emoção...

Todos guardados
em mim
neste coração infinito
que não abandona
quem amou
e ama
e levará consigo
após o sorriso final,
O amor
Desses amores!

José Manuel Brazão

Dedicado às Mulheres que amei na minha Vida!


Sou quem sou!


Sou
o que a vida me permitiu,
sou
o que na vida me sorriu,
me entristeceu,
me enlutou…

Sou
um amigo da paz,
da tolerância
e do Amor…

Sou
um amigo fiel,
sempre ao lado
dos fracos,
dos aflitos,
dos carentes.

Sou
um homem
que defende
a dignidade,
a honra
e a verdade!

Sou
o que outros pensarem,
mas, sou quem sou!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=8sXouVRShi0

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O sol que procurava!



Conheço-te
e admiro-te,
mas não te vejo,
vai tanto tempo!
Imagino a tua sensibilidade
e a tua sensualidade,
usadas nas palavras.
Porque te escondes?
Liberta a tua alma!
Usa o poder criativo,
o poder da palavra!
Sê mensageira:
da paz e da harmonia.

Ficarás bem contigo
e terás sempre este amigo:
companheiro na luta,
na conquista dum mundo diferente.

Será utopia?
Talvez!
Sonhar é viver.
Vivamos com esperança
até morrer!

Conta comigo,
sempre!
Meu sol que procurava …

José Manuel Brazão


http://www.youtube.com/watch?v=HQJp_MMfFoE&feature=related

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Esperança em ti!




Não estou capaz de sonhar,
mas de viver o que desejo
nesta Vida de instantes
que me preocupam,
com esperança em ti!

Nem sempre o Sol brilha,
nem sempre a Lua sorri,
mas caminharemos
se necessário voaremos
nas asas do amor,
do nosso amor
e por aí
vamos à descoberta
do que desejamos
e ansiamos!

Um futuro
de fraternidade,
solidariedade
e enfim,
amor
amor sem fim!
Assim queremos
e conquistaremos!
Vivo na esperança
em ti, por nós!

José Manuel Brazão

terça-feira, 23 de novembro de 2010

INTERVALO!!!!

Open in new window


És um homem feito poema!

Poesia,
fascínio e magia!

Como te adoro
e serás eterna,
no meu escrever
e no meu viver!

Poemas
que afastaram
os meus dilemas,
renovaram 
a minha alma,
confirmaram
o meu amor
e já não passo
sem ti:
Poesia!

Neste amor
pelo mundo da Poesia,
sinto e dizem-me,
és um homem feito poema!

José Manuel Brazão
Dedicado aos Poetas e em especial a Maria Valadas
Que me chamou “És um homem feito poema”.

Open in new window


Beijos e Abraços do ZÉ
José Manuel Brazão


Open in new window

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Tu és a razão!


Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

Conhecemo-nos
tão bem,
como se vivêssemos,
juntos
cada instante da vida!

Distante
vivo as tuas amarguras,
os teus dilemas,
o querer e não poder,
que por vezes
penso :
estamos tão próximos!

São os meus pensamentos,
distante de ti!
Estou cansado de sonhar,
mas vivo para te amar!

Há tanto tempo,
que sonho
com este momento!

Aguardo o teu sorriso!

José Manuel Brazão

_ _

Amor da minha vida



Amo-te
como nunca amei!

O tempo passa
e no meu silêncio
amo a tua voz,
o teu pensamento,
o teu querer,
a tua paixão!

Vivemos
este amor ardente,
com admiração
um pelo outro,
com o desejo
de que o tempo pare
para nós saborearmos
este amor doce,
generoso
e carinhoso;
este amor único!

Seguiremos
nossos caminhos,
sempre unidos,
queridos,
como amantes
de uma só vida,
que nos uniu,
sorriu
e nos levará
até sempre,
ao pensamento
do meu e teu poema,
da nossa Vida
Hoje aqui...
... amanhã
no além...!

José Manuel Brazão


_

sábado, 20 de novembro de 2010

Lágrima (R)


Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por seres generosa,
uma pedra preciosa
a decorar o meu coração!

Quando penso
e penso em ti,
vem o sonho duma paixão,
sonhada, mas por viver!

Quando penso
e penso em ti,
vem a lágrima,
lágrima teimosa,
por ver
não estares ao pé de mim!

Apenas sonho
e vem a lágrima…

José Manuel Brazão

_ _